Glórias a Deus nas alturas!

Ele nasceu! Um coral de anjos apareceu nas alturas louvando a Deus pelo seu nascimento. Desde o seu primeiro momento neste mundo, o menino enfrentou os dissabores desta vida, nasceu em um estábulo, sofreu a fúria de Herodes e teve que fugir para o Egito. Mas quem é esse que, apesar das perseguições, teve direito aos mais altos louvores, marcou o curso da humanidade, e até a história é marcada por antes e depois do seu nascimento?

Jesus é o seu nome, o Emanuel, o Deus conosco, a revelação do próprio Deus! Ele é a imagem do Deus invisível, o primogênito sobre toda a criação. Colossenses 1.15. Ele é o Rei, o Messias que os judeus esperavam, mas não o reconheceram.

No Éden, o homem tinha um relacionamento de intimidade com Deus, mas escolheu ouvir a voz de satanás, que se incorporou em uma serpente do jardim, e o homem duvidou da Palavra de Deus: “Se você não obedecer, você certamente morrerá”. O seu livre arbítrio, a sua má escolha, trouxe-lhe morte. Assim, o homem estava separado de Deus, e separação de Deus é morte. É morte que abrange o corpo, emoções e espírito. Mas Deus o criou para a vida, Deus criou o homem para uma relação paternal com Ele e não desistiu dele. Depois da queda, Deus disse à serpente que dentre os descendentes da mulher nasceria um que esmagaria a sua cabeça, e ele seria ferido por ela no calcanhar. Depois de aproximadamente quatro mil anos, esta Palavra de Deus é cumprida. Jesus nasceu!

Jesus nasceu para morrer. Morrer pelos pecados de toda a humanidade porque Deus quer que todos sejam salvos e conheçam a verdade. Ele enfrentou a cruz, morreu como todos os homens e no lugar de todos os homens porque nunca pecou. Foi sepultado, mas ressuscitou ao terceiro dia. Jesus venceu a morte, garantindo, assim, a vida eterna a todos que se rendem a Ele. Jesus nasceu para que a comunhão de Deus com os homens fosse restaurada. Jesus nasceu para revivificar o espírito do homem, restaurar suas emoções e trazer paz e alegria.

Desejamos que todos que celebram o Natal tenham a revelação de quem verdadeiramente é Jesus, que tenham um relacionamento pessoal com Deus e vivam para a glória do seu Nome, através de uma fé prática e cheia de amor a Deus e ao próximo. Jesus veio para restaurar na vida dos homens a paternidade de Deus e a adoração ao seu Santo Nome. Jesus veio para glorificar a Deus, para que todos pudessem cantar como os anjos cantaram: Glórias a Deus nas alturas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *